domingo, 28 de novembro de 2010

Capitulo 4

Quarto encontro.

Vanessa e Zac seguiram caminhos opostos...Mas não sairam daquele lugar como chegaram, estavam modificados, diferentes....Encantados...A conversa sempre é o melhor caminho. As fotos que Vanessa havia tirado haviam ficado muito  boas...Já sentada no seu quarto passando as fotos da câmera para seu notebook, deparou-se com um rosto familiar. Viu estampado na tela do aparelho, um rosto escultural...O rosto de Zac...Ela não havia lembrado da foto que eles haviam tirado.



-Zac Efron!-disse ela sem perceber. Será que foi tolice não ter insistido em pedir o número dele?,pensava ela. Oh! Ela estava fascinada com aqueles olhos azuis, e no banho, ao despir-se viu a tatuagem que ele fizera nas costas... Era de caneta! Mas estava tão bem desenhada que parecia real!  Ela queria guardar aquilo para sempre em seu corpo mas a tinta da caneta não duraria por muito tempo. Vanessa mirava a tela da máquina agora após de ter tirado a foto da tatuagem desenhada por aquele homem que conhecera casualmente. Depois voltou ao banho. E de novo os traços dele se formava em sua mente, tudo tão nítido! Zac? Ela pensou em dizer, mas depois lembrou-se que aquilo que ela via, era só uma forte lembrança dele. Enfim...
Dormir... Dormir... Era isso que seu corpo pedia.
-Bom dia filha!-Gina estava prontamente abrindo as cortinas para que Vanessa acordasse.
-Bom dia mamãe!- disse ela abrindo os olhos. Espreguiçou-se como uma gata, e então estava de pé, correndo para o banheiro para se arrumar. 
-Vai para onde?-ouviu Gina dizer quando ela já descia as escadas. 
-Andar! Quero ver a neve! Quero andar!-disse ela animadamente. 
-Ok! Se quiser pegue o carro de seu pai!
-Não, não! Vou a pé para exercitar!
A neve cobria todo a calçada, e ela presenciava o carro que tirava a neve das ruas, limpando a cidade. Deu uma longa inspirada... E o cheiro de neve entrava em suas narinas... Cheiro da infância! Lembrou-se. Por que não uma longa caminhada até o Café do Denis, no centro? Um bom cappuccino quente! Era tudo o que ela desejava. Não importava se levaria horas para chegar até lá. O dia estava tão bom, e não fazia frio. Não mesmo, foi por isso que ela optou por vestimentas propícias. Nada de boinas, ou  vários casacos, um por cima do outro. Apenas uma delicada bota, que ela havia ganhado de Brian, um estilista de sapatos que era amigo dela. Uma calça jeans limpa e bem passada, uma batinha com estampas de flores em cores sóbrias, e um casaquinho leve para complementar.
-Um café por favor!-disse quando o garçom veio lhe atender. O mesmo saiu após o pedido dela. E lá estava Vanessa Hudgens, pensando em Zac novamente. Como ele mexia com ela. Nossa! Isso era estranho! Pensou ela.
     A porta se abrira, e Vanessa fitava a janela e tomava seu café. Virou-se para ver se estava certo do que via. Sim, era ela. Vanessa! Ele cantarolou em pensamentos quando viu o semblante da mulher que conhecera ontem. Zac caminhou e sentou-se junto a ela sem ser convidado.
-As pessoas não devem sentar em lugares sem...-Vanessa falou por impulso sem ao menos ver o rosto do homem a sua frente. Até que conscientemente parou a frase ao perceber que era Zac à sua frente, sentado olhando para ela com um sorriso no rosto... E que sorriso.
-Bom dia para você também Vanessa!- o riso ecoou baixinho pelo recinto.
-Desculpe-me pensei que fosse alguém que não conhecia!-ela corou e então voltou a falar- Bom dia Zac!-falou educadamente.
-Eu não disse?-falou ele sorrindo novamente, gesticulando para que o garçom viesse atender-lo.
-Que?
-Aquilo sobre o destino... Acho que deve mudar seus conceitos sobre a existência do destino, não achas?- houve uma pausa na conversa quando o garçom veio anotar o pedido dele. 
- Ah Claro! O destino! Bem, talvez, deve rever meus conceitos!-ela disse após a saída do garçom.
-Sim! É destino! O que ele quer fazendo a gente se encontrar o tempo todo?-a pergunta poderia ser entendida como um pedido de sugestão dela. 
-Coincidência! Essa é palavra certa!-corrigiu ela prontamente.
-Pensei que havia revisto seus conceitos!
-Não significa que rever meus conceitos os mude completamente! Possa começar a  acreditar no seu "destino"-ela fez aspas no ar e depois continuou- mas, não significa que estou mudando meu conceito sobre o que é coincidência.
-Interessante! Mas acho que confundes ainda o que é destino e o que é coincidência.
-Então explique-me mestre do destino!
-Obrigado!-proferiram quando o resto dos pedidos chegaram.
-Viu? Isso foi mera coincidência!-falou quando o garçom saiu- Falarmos juntos... Coincidência! Estarmos no mesmo local, na mesma hora sem ter marcado nada... Isso é destino!
-Você é louco Zac!-ela riu baixinho.
-Quero saber o que o destino nos reserva!-falou ele mais caloroso.
-Como, nos reserva?
-Nos reserva! Ou achas que estamos nos encontrando sem nenhuma explicação?
-Sim!-respondeu ela olhando o celular e sorrindo.
-Não! O destino reserva algo para nós... Mas não é nós... O Zac e a Vanessa... Quero dizer...
-Quer dizer?-ela o fitou sorrindo.
-Quero dizer nós dois!-murmurou ele.
-Interessante!-falou ela sorrindo- O que seria?
-Não sei!-falou ele despreocupadamente- Um trabalho? Uma viagem? Uma ajuda? Uma amizade por muito tempo? Um amor?-listou ele as possibilidades.
-Um amor?-agora Vanessa gargalhava.
-Um amor!-respondeu ele prontamente- Um amor de irmão... Ou um amor de homem ou mulher!
-Você é noivo!-ela respondeu ainda rindo.
-E daí? Não lhe disse que não estou feliz? Então!
-Você é louco Zac!-disse ela tomando o café e depois voltando a rir.
-Por que?-agora ele se sentia ofendido- Sou tão feio assim que não possas sentir-se ao menos atraída por mim?-Ela engasgou-se depois de três tapinhas de  leve nas costas voltou ao normal.
-Que?-indagou ela com os olhos arregalados.
-Sou feio?
-Não! 
-Então isso é um sim?
-Ãh?
-Isso é um sim para a pergunta que lhe fiz antes do engasgo. Se sentes-se atraída por...Mim?
-Não, não foi isso que quis dizer!-falou ela corada.
-Então o que? Que sou feio?
-Não! Você não é feio! Pelo contrario, você daria um ótimo de um modelo, você é... extremamente lindo... Encantador!-ela voltou a corar e ele sorriu de leve- Mas, isso não quer dizer que estou atraída por você!- Ou não quero assumir isso, ela poderia ter acrescentado.
-Humm. Mas você é bem atraente, e linda também!-falou ele triste.
-Obrigada-falou ela corando.
-O que vai fazer agora?-ele mudou o assunto depois de alguns segundos.
-Nada!
-Nada! Que coisa interessante!-ironizou ele.
-Ironia não é legal com você!-ela falou sorrindo.
-Também acho!-ele sorriu também. -Quer passear comigo?
-Passear com você?
-Sim, você quer?
-Sim!- e muito, ela poderia ter acrescentado.

-Sobre... Eu me sentir atraída por você... Bem, você é um cara lindo, esqueci de acrescentar o atraente também-ela sussurrou enquanto agora eles andavam por Nova Iorque.
-Isso quer dizer atraente pra você?-ele brincou.
-Que? Não!-protestou ela.
-Ok!-falou ele levantando as mãos como um ladrão pego no flagra. -Não está mais aqui quem falou!
-Você é louco Zac!
-Ok, essa é a terceira vez que ouvi isso de você!
-Você é louco Zac!-ela sorriu.
-Quarta!
-Você é louco Zac...-disse ela sorrindo ainda mais...
-E você é maravilhosa!-falou ele parando na frente dela.
-Sim!-ela sussurrou.
-Pensei que você fosse mais modesta-brincou ele bloqueando a passagem dela.
-O Sim foi para... Sim posso me sentir atraída por você!-Ela falou mesmo isso? Oh! Sim! Falou! E com todas as letras do alfabeto...  Mas tão tímida!
-Isso já é um bom começo!-sussurrou ele ao encontro da boca dela.
-Algodão doce!-gritou ela virando o rosto.-Venha Zac!-disse ela o puxando para a barraquinha.-Quanto custa?
-Dois doláres!-falou o vendedor.
-Me dê dois!-Zac falou.
-Aqui está!-falou o vendedor entregando a mercadoria aos clientes.
-Aqui o din...-Vanessa fora interrompida por Zac.
-Eu pago!-falou ele prontamente.
-Mas eu que te chamei...
-Não Vanessa!-eu pago!- E para ser mais uma prova do destino...Veja! Vou assinar essa nota de 5 doláres! Se você encontrar-la um dia... É destino!-Vanessa sorriu de Zac, mas ele não se importou e pôs-se a assinar a nota.
-Aqui está! E podes ficar com troco!-falou ele.
-Você é louco Zac!
-Ok! Eu já entendi!
-Vamos nos sentar ali!-ela  apontou para um banco.
-Isso esta muito bom!-falou ele de boca cheia.
-O meu já acabou!-falou ela fingindo tristeza.
-Vem eu divido o meu com você!
-Não! O que é isso? Eu posso comprar outro!
-Não! Vem!-disse ele dando um pedaço de algodão doce na boca dela.
-Derrete na boca!-ela sorriu-Ainda bem, acho que não quebrei minha dieta, quebrei?
-Dieta? Pra que dieta?
-Estou gorda demais!-falou ela olhando para si.
-Você é perfeita! -disse ele acariciando o rosto dela.
-Obrigada!-respondeu ela timidamente-Ok! Hummm! Ok, vou entrar na onda de "eu acredito no destino".
-Engraçadinha!
-Venha comigo! Está  vendo aquela livraria ali do outro lado da rua?
-Sim?
-Venha!-disse ela puxando ele.
-Você não para quieta morena!
Ela riu novamente enquanto direcionavam-se para a livraria.
-Silêncio!-pediu ela.
-Que foi?
-Se for destino, você vai encontrar esse livro que acabo de assinar! Se for destino você encontrar ele um dia. E vamos nos encontrar novamente!
-Tudo bem!-disse ele sorrindo. Então Vanessa assinou o livro e o misturou entre os outros. Então ambos saíram da livraria.
-Destino!
-Ou não!-corrigiu ela.
-Pessimista!
-Quer mesmo me ver novamente Zac?
-Muito!-falou ele se aproximando dela.
-Por que?-ela encostou-se na parede. Para que? Agora ele a encurralara com os braços.
- Por que você é... Linda, especial, cativante... E é maravilhosa...
-E o que mais?
-Você é inteligente, e me faz muito bem!
-Faço?
-Sim!-continuou ele encurralando ela.
-Como, se nos conhecemos ontem?
-Para ver o quanto você é especial... Já mexe comigo!
-Mexo?-murmurou ela.
-Sim!-sussurrou ele.
-Como?
-Desde o primeiro olhar!
-Você é louco Zac!-ela sussurrou quando ele alisava o cabelo dela.
-É... Eu sei!
-Mas, sabia que eu gosto de pessoas loucas?
-É?-falou ele sussurrando.-Ela assentiu com a cabeça. E ele apossou-se da pequena boca. Um beijo de cinema, muitos descreveriam. Onde estava o ar? Vanessa se perguntou... Zac mexia com ela, e ela mexia com ele. E ambos gostavam do efeito que cada um tinha sobre o outro.

********************************************
Espero que tenham gostado gente...
Respondendo..
Bianca Alves: Aham! Isso é coisa do destino.  Será que ele vai apronta pra eles de novo? *-* Tomara que sim!
Linee: Ount amiga estou com saudades de vc no msn...Tá tão sumidinha kkk! 
mayara: Aham... Foi no Um amor pra recordar. (A walk to remember) a tatuagem *-*!  O Zac ainda acredita no destino...*-*
Tainá: Ahamm a luva vai fazer eles se encontrarem! *-* Tá tão sumidinha tbm... Onde andas?
Sabrina: Aham! Eles não brigaram nesse tbm.... *-* Beijo amorê!








Espero que tenham gostado.. Divulguem o blog please!

7 comentários:

Mayara disse...

PRIMEIRA EBA

AAAAAAAAAAAAAH que cap peeerfeito,maravilhoso incrivel,lindo,aaah gritei mto quando eles se beijaram ainda nem to acreditando KK',vo pira daqui a pouco se é que já naum to pirada né KKKK',aaaaah o zac foi tão foofo ele admitiu que gosta dela e ela admitiu que gosta dele aaah que lindos,sera que o zac vai termina com a noiva dele pra fica com a van TOMARA QUE SIM KKK',como sera que eles vão se encontra de novo aaah vo pira com essa duvida,alguma coisa me diz que ela vai encontra o dinheiro que ele assino e ele vai encontra o livro que ela assinou será aaah vo pira com esse história KKK'
aamor a fic ta linda
POOSTA MAIS BEST
BJOOS

LaiiOliveira disse...

Ameii , posta logo

Lene Brandão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lene Brandão disse...

ahhhhhhhhhhhhhhh!!! ameiii adoreiiiii!
tava sumida mas voltei amiga! Adorei mesmo o capitulo! estou anciosa p o q vai acontecer! bjinhos posta logo

eternamente zanessa disse...

AAAAAAAAA AMEIIII LINDOOOOO TOMARA QUE ELES SE ENCONTREM NOVAMENTE BJSSS POSTA LOGO

• Paula & Line* disse...

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH
Naum acredito que eu perdi os outros caps!
Tô revolts comigo!
Amorê os caps ficaram maravilhosos!
Uma mais lindo que o outro.
Vc tá arrasando nessa fic,assim como nas outras tbm!
Tá super lindo!
Te doroo metadinha²
Posta logo
Bjos amorê

ღღzanessaღღ disse...

OMG!OMG!OMG!, entrei no blog hoje, e só tenho a dizer que eu AMEEEEEIIIIIIIIIII!!!linda história.
posta logo please
bjossss